quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Mais do mesmo - Parte II


Ouça um bom conselho que eu lhe dou de graça...”

Chico Buarque

Novamente recebi notícias suas. E não foi das melhores. Sinto muito pelo emprego. Espero que acredite: não tenho nada a ver com isso! Sabemos que foi através de mim que você conseguiu esse trabalho, mas não foi por minha causa que o perdeu! Apesar de você ter dito isso!

Ele, o seu chefe, ou melhor ex-chefe, conversou comigo algumas vezes e , talvez por isso, te manteve até hoje no cargo. Mas, ele também fez queixas...inclusive, ligou aqui pra casa hoje, justamente pra contar do seu desemprego e justificar a sua demissão. Como se ainda fosse preciso justificar PRA MIM alguma coisa!!

Fiquei meio atordoada com a notícia, imaginei a raiva que você deve estar sentindo, lembrei imediatamente do seu problema de saúde, do problema da “nossa” Luna (e se ela precisar mesmo fazer aquela cirurgia??) , das dívidas que você deve ter feito, porém, te conhecendo como te conheço, sei que vai ser assim que você vai passar a história adiante: “Ahhhh, ele me demitiu porque meu namoro com Ana acabou!!”.

Como disse, fiquei atordoada! Várias confusões de sentimentos dentro de mim, não sabia se sentava, se levantava, se falava sem parar ou se me calava. Conversei com minha mãe. Ela me lembrou que esse problema não era mais meu! Conversei com uma amiga. Ela me lembrou que não temos como ter controle sobre a VERDADE DOS OUTROS!

É isso! Essa conversa de que foi por minha causa, é a SUA verdade! Afinal de contas, como continuar no papel de vítima se não arranjar um culpado pra tudo, né? Mais uma vez aqui estou eu, sendo algoz de algo na sua vida! É uma pena você pensar assim...é triste saber que você não só pensou, mas expressou esse seu pensamento pra alguém!!! Abriu a boca e falou!!!! Como pode??

Que porcaria de terapia é essa que ainda não conseguiu fazer com que aprendesse a assumir as suas atitudes?? Porque, pelo visto, você continua arrotando por aí a frase: “Eu nunca erro!!”. Entenda que a raiz dos seus problemas está em VOCÊ e não no outro!!

Dias desses encontrei uma ex-namorada sua numa festa (eu até invocava com ela!) e, conversando, eu percebi que você já é assim há muito tempo e ela percebeu que você não mudou nada!!! Engraçado isso?? Não! Preocupante...Isso quer dizer, que você não está conseguindo entender as lições que a vida te dá e é, exatamente por isso, que passa sempre por coisas tão parecidas. Não é que Deus não goste de você ou que a diversão Dele seja te sacanear, como você costuma dizer!!! Ele dá novas chances de você demonstrar que aprendeu algo, mas você desperdiça TODAS!!!! Porque você não entende, porque você não aprendeu, porque você não consegue enxergar... PORQUE VOCÊ NÃO CONSEGUE SE ENXERGAR!!!

Cá estou, mais uma vez, desesperadamente, querendo te ajudar. Sim...essa ênfase toda que estou dando nas palavras, nada mais é, que o meu desespero em querer fazer com que você não passe mais por velhos sofrimentos que só fazem deixar mais ácida essa sua alma!

E olhe que esse problema nem é mais meu...

“Preciso refrear um pouco o meu desejo de ajudar.”

Gilberto Gil

4 comentários:

Mariana disse...

Sem palavras...
Até porque essa história cruza com a minha vida...
Enfim... sorte pra ele!!!

Andréia disse...

Difícil acha como postar um comentário nesta coisa!!!kkkk... mas eu tinha que te dizer que finalmente você está enxergando que não deve mais se culpar nem absorver a culpa que os "outros" tentam colocar em você.... que chegou a hora realmente de dizer: isto não é mais problema meu, porque realmente não é mesmo, pois você desempenhou muuuuuito bem o seu papel, porém não souberam enxergar isto e agora...!!! Quem perdeu nesta história, meu bem, não foi você. DEFINITIVAMENTE, O PROBLEMA NÃO É MAIS SEU!!!

a arte do olhar - cel disse...

gata! atualizei aqui e vou começar a postar ;)

beijos :***

Thais disse...

Tive uma professora que dizia que se tínhamos um problema com alguém, não sabemos exatamente onde está o erro; mas se temos problemas com mais pessoas, certamente o erro é nosso.

É bem por aí. Bem fácil jogar nas costas dos outros.

Ainda bem que a culpa não é sua!

bjos